Compartilhe

Cerca de 60 mil novos casos de câncer de mama devem ser descobertos no Brasil em 2019.

O número é da Organização Mundial da Saúde e corresponde a 28 por cento dos diagnósticos da doença no País.



No mundo todo são dois milhões e 100 mil novos casos por ano, de acordo com estudo feito em 2018 pela Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer.

Realizada no Brasil desde 2002, a campanha Outubro Rosa quer conscientizar as mulheres para a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama.

O principal mecanismo de controle e identificação é a mamografia, exame que ajuda a detectar possíveis sinais da doença e que deve ser feito anualmente, a partir dos 40 anos de idade.

Quanto há casos na família, a recomendação é que seja realizado a partir dos 35 anos de idade.



Ainda é grande o número de mulheres que deixam de fazer a mamografia por falta de conhecimento ou porque pode causar dor ou incômodo.

Especialistas lembram que o exame é rápido, não oferece riscos e é uma importante ferramenta no combate ao câncer de mama.

Além disso, pode ser feito de graça pela rede pública de saúde ou nos locais disponibilizados durante a campanha Outubro Rosa.

Prevenir o câncer de mama evita as complicações da doença e pode salvar vidas.