Compartilhe

Já se pegou parado, admirando algo incrível, com o pensamento distante? Calma, você não está maluco! Especialistas descobriram que as emoções que sentimos ao admirar algo grandioso fazem o ser humano se ver como um pequeno pedaço de algo maior e, assim, perceber que seus problemas podem não ser tão grandes quanto parecem. Isso reflete diretamente no bem-estar.

Admirar a Lua, as estrelas, um eclipse, o mar, o campo, aves no céu pode diminuir tendências egoístas, como a arrogância, o narcisismo e melhorar seu humor, sua saúde, sua vida. Jennifer Stellar, PhD e professora assistente do Departamento de Psicologia da Universidade de Toronto, acredita que a admiração pode desempenhar um papel importante no fortalecimento da felicidade, saúde e nossas interações sociais.



Coisas tão simples que podem mudar a gente. “É como reagimos quando vemos algo novo que não se encaixa com a nossa compreensão do mundo. Isso nos muda”, disse ela. Outra pesquisa da equipe de Stellar descobriu que as pessoas que relataram sentir mais admiração também pareciam ter melhor saúde imunológica.

Em um grupo de 94 estudantes, aqueles que relataram mais regularmente sentir emoções mais positivas do que emoções negativas apresentaram níveis mais baixos de citocinas pró-inflamatórias crônicas. As citocinas pró-inflamatórias podem ser úteis em certos cenários, se o corpo estiver ferido ou doente, mas níveis cronicamente elevados dessas moléculas foram associados a várias condições crônicas, como diabetes, doenças cardíacas e depressão.

Como admirar! É possível sentir admiração em intensidades variadas e em casa mesmo: ouvindo uma música, vendo um arranha-céu gigante ou lendo uma história de jornal sobre um herói, por exemplo.
E experiências negativas também podem desencadear a admiração – como desastres naturais – embora os benefícios que esses momentos trazem ainda não estejam claros, diz a pesquisadora.

Fonte: Só Notícia Boa