Compartilhe

Um aperto de mão fraco pode indicar cognição, que é a capacidade de processar informações e transformá-las em conhecimento, e também memória prejudicada para adultos mais velhos e idosos. É o que indica um novo estudo feito por pesquisadores da Universidade de Michigan e da Universidade Estadual de Dakota do Norte. A equipe acompanhou cerca de 14.000 participantes com 50 anos ou mais.

Os pesquisadores avaliaram os apertos de mão com uma ferramenta chamada dinamômetro de mão. Além disso, a função cognitiva foi avaliada com um Mini-Mental State Examination modificado, um teste amplamente utilizado em idosos que inclui testes de orientação, atenção, memória, linguagem e habilidades visuoespaciais. 



Os pesquisadores descobriram que a cada redução de 5 quilos na força de preensão manual estava associada a uma probabilidade 10% maior de comprometimento cognitivo de qualquer intensidade e chances 18% maiores de comprometimento cognitivo grave. Isso significa que uma redução na força de preensão está associada à degeneração neural, o que ressalta a importância do exercício de fortalecimento muscular.

Fonte: Mega Curioso