Compartilhe

A maconha é uma das plantas mais versáteis, eficazes e prolíficas do mundo. Quase qualquer coisa pode ser feita – e normalmente em qualidade bastante elevada – a partir da maconha, dos seus óleos, suas fibras e folhas. De remédios, passando por papel, comida, corda, produtos de limpeza e higiene, sapatos, tecidos, tinta, combustível, loções, explosivos, bebi as e até o fumo propriamente dito.

Agora junta-se aos mais de 50 mil usos comerciais derivados da planta uma novidade: o mel de maconha. A inusitada ideia surgiu pela necessidade pessoal de um apicultor francês Nicolas Trainerbees. Hiperativo desde muito jovem, ele se utiliza dos efeitos da maconha para aliviar seus sintomas. Para se fazer mel, porém, não basta nosso desejo: é preciso que as abelhas também queiram.



O apicultor então uniu o útil ao seu amor e sua vocação, e treinou suas abelhas a coletar a resina da maconha para fabricarem mel na colmeia. Segundo ele, as abelhas utilizam a resina como própolis e também criam um mel especial com os mesmos efeitos da maconha. O sabor é também peculiar, doce, mas com pitadas de flores frescas.

As restrições legais sobre o cultivo da maconha na França estão levando o apicultor a planejar sua mudança para outro país, a fim de poder expandir seu produto, cultivar a planta e ser feliz.

Fonte: Hypeness