Compartilhe

Depois de 12 quedas seguidas, preço da gasolina volta a subir.

Ainda assim, o avanço, na semana passada, foi pequeno, para quatro reais e 31 centavos o litro.



A pesquisa foi feita pela Agência Nacional do Petróleo, em postos de todo o País.

Apesar dos praticamente três meses em queda, a gasolina, hoje, ainda custa mais que os quatro e 19, de média, registrados em fevereiro. Tudo porque entre março e maio o preço nas refinarias disparou.

Porém, depois eles baixaram, o que ajudou a derrubar o preço na bomba.

Sem falar que a retomada da safra de cana fez o valor do etanol cair mais de 30 centavos, desde maio, e muito dono de carro flex abandonar a gasolina.



Nas duas últimas semanas, porém, o álcool também ficou mais caro e o preço médio do litro subiu de dois e 75 para dois e 79.