Compartilhe

Aplicativo de conversas instantâneas WhatsApp detecta vulnerabilidade que possibilita que celulares sejam alvos de ataques.

O risco existe para aparelhos com sistemas operacionais iOS, da Apple, e Android, da Google.



A falha pode comprometer informações armazenadas nos celulares.

De acordo com a Folha de S.Paulo, a recomendação é para que o usuário atualize o aplicativo para proteger seus dados.

O software espião, detectado pelo WhatsApp, foi desenvolvido por uma empresa israelense de vigilância cibernética.


▪ Veja mais informações da região!

Ao ser questionada, a companhia respondeu que vai investigar as alegações e tomar providências, caso necessário.



A empresa de Israel também afirmou que sua tecnologia é licenciada por agências governamentais autorizadas, com o único propósito de combater o crime e o terror.

Por isso, seu sistema é operado exclusivamente por agências de inteligência e policiais.