Compartilhe

Uma recente pesquisa da Universidade de Leeds (Inglaterra) com torcedores do Leeds United, que disputa a segunda divisão inglesa, revelou que, após três jogos, a frequência cardíaca aumentou em 64%, com alguns torcedores chegando a ter 130 batimentos por minuto – o “normal” é entre 60 e 100. Logo após um gol a favor, o coração bateu 27% mais forte. Contra, 22%.

Essa “malhação” corresponde a fazer uma caminhada acelerada por uma hora e meia, de acordo com os cientistas. Eles descobriram que assistir a vitórias do time reduz a pressão arterial e provoca um “impulso psicológico” cujo efeito se prorroga por todo o dia da partida. Em comparação, uma derrota tem efeito emocional contrário e comparável à “morte de um amigo”, e o torcedor mais fanático chega a experimentar hipertensão temporária.



“Torcer pelo seu time corresponde a uma atividade cardiovascular moderada e, dependendo do resultado da partida, representa um ganho psicológico”, disse a líder da pesquisa. Os voluntários do estudo tinham idade entre 20 e 62 anos e não possuíam histórico de doença cardíaca.

Fonte: Terra