Compartilhe

Apesar da baixa temperatura, uma geladeira pode conter mais de dois milhões de bactérias.

O alerta é de pesquisadores da Faculdade de Biomedicina da UniMetrocamp, em Campinas, interior paulista.



Eles analisaram ao todo 40 partes de geladeiras, entre elas porta-ovos, maçanetas, prateleiras, gavetas e borrachas de vedação.

E o mais preocupante é que os micro-organismos encontrados contaminam os alimentos e podem provocar desconfortos nas pessoas, como infecções e micoses.

Para prevenir essas doenças, a dica dos pesquisadores é caprichar na limpeza com água e sabão.

Além de retirar restos de alimentos é importante limpar o eletrodoméstico regularmente, de cima para baixo, sem esquecer das maçanetas e da borracha.



Outra recomendação é lavar sempre as mãos antes de mexer na geladeira.