Compartilhe

Conta de luz terá bandeira tarifária verde, em fevereiro.

A informação é da Agência Nacional de Energia Elétrica, a Aneel. Quer dizer que não haverá cobrança de taxa extra.



A boa notícia é consequência da retomada das chuvas, que ajudam a aumentar o nível das usinas hidrelétricas.

Em dezembro e janeiro, com o tempo mais seco, a bandeira adotada foi a amarela, que representava a cobrança de uma taxa extra de um real e 34 centavos por cada 100 quilowatts-hora.

Isso porque quando o nível dos reservatórios das hidrelétricas cai, o Governo tem que acionar as usinas térmicas. Que produzem uma energia mais cara e mais poluente.

Em 2019, foram cinco meses de bandeira verde, sem a cobrança de taxa extra, quatro de bandeira amarela e três de bandeira vermelha nível 1.



Situação bem melhor que a de 2018, quando o consumidor brasileiro encarou cinco meses com a bandeira vermelha no nível 2, o mais alto.

O que representou a cobrança extra de cinco reais pra cada 100 quilowatts-hora.