Compartilhe

No final de 2019, um estudo publicado pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), divulgou que 13 praias do litoral de São Paulo são impróprias para banho, porém, infelizmente isto também ocorre em outras regiões do Brasil. Entre toneladas de detritos, esgoto e resíduos plásticos, as bitucas de cigarro somam a maior parte do lixo em praias no litoral do Brasil. 

Segundo pesquisa inédita feita pelo projeto Lixo Fora D’Água, a cada trecho de 8 quilômetros, foram encontradas cerca de 200 mil bitucas de cigarro, o que é uma verdadeira atrocidade ao meio ambiente. Todo brasileiro aguarda ansioso para o verão, estação do ano em que as praias do país inteiro lotam. Entretanto, os números são claros e nos apresentam um dos resultados mais claros do turismo irresponsável.



Somente no verão 2020 – que ainda não acabou, fora as 200 mil bitucas de cigarro, foram encontrados 15 mil lacres, tampas e anéis de lata, 150 mil fragmentos de plásticos diversos, 7 mil palitos de sorvete e churrasco e 19 mil hastes plásticas de pirulitos e cotonetes.

Cerca de 80% do lixo marinho tem origem no ambiente terrestre, ou seja, a solução não é apenas retirar o lixo dos oceanos, mas, sobretudo educar a população.

Fonte: Hypeness