Compartilhe

Entre janeiro e julho, cerca de 700 mil brasileiros já solicitaram o bloqueio telefônico por meio da plataforma “Não Me Perturbe”.

O serviço começou a funcionar no inicio do ano e pode ser pedido por quem não quer receber ofertas de crédito consignado.



Ele foi criado para que instituições financeiras e correspondentes bancários parem de assediar consumidores.

O “Não Me Perturbe” é uma parceria da Federação Brasileira dos Bancos, a Febraban, e a Associação Brasileira de Bancos, a ABBC.

O objetivo é garantir mais transparência à oferta de crédito consignado e combater as más práticas relacionadas ao produto.

A ferramenta também monitora as reclamações dos consumidores e fez com que 69 correspondentes bancários recebessem advertências nos sete meses de funcionamento.



Nos casos de reincidência, os agentes tiveram as atividades suspensas por períodos que variam de cinco dias a 20 dias.

O presidente da Febraban, Isaac Sidney, afirma que o assédio comercial, principalmente a aposentados e pensionistas, deve ser combatido pelos bancos.

As instituições que deixam de aplicar as punições estão sujeitos a multas que podem chegar a um milhão de reais.

O serviço de bloqueio de ligações de telemarketing pode ser solicitado pelo: naomeperturbe.com.br