Compartilhe

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta segunda-feira, 11, que incluiu academias de ginástica, salão de beleza e barbearia como serviços essenciais. O novo decreto, que liberará essas atividades no País, ainda não foi publicado. “Saúde é vida”, justificou o presidente ao jornalistas na chegada do Palácio da Alvorada. Segundo ele, as três atividades são fundamentais para a manutenção da saúde.

“Academia é vida. As pessoas vão aumentando o colesterol, tem problema de estresse. (Com a academia) vai ter uma vida mais saudável”, disse, complementando que ir ao cabelereiro é uma questão de higiene. “A questão de cabeleireiro também. Fazer cabelo e unhas é questão de higiene.”



Com essa ampliação de hoje, a lista dos serviços essenciais, já tem 57 atividades. No último dia 7, o presidente já tinha incluído o setor da construção civil e atividades industriais como essenciais, após reunião com empresários no Supremo Tribunal Federal (STF).