Compartilhe

Mercado de trabalho atingiu recorde de 24 milhões e 141 mil brasileiros em atividades autônomas até o segundo trimestre deste ano.

Os dados são da Pesquisa por Amostra de Domicílios (Pnad Contínua) do IBGE, na comparação com a série histórica desde 2012.



No trimestre encerrado em junho, 391 mil novos profissionais começaram a trabalhar por conta própria. Em um ano, 1 milhão e 156 mil pessoas aderiram a essa condição para se sustentar.

O trabalho sem carteira assinada também cresceu no setor privado desde o início da pesquisa, com 11 milhões e 500 mil pessoas em regime de trabalho autônomo.

No último trimestre avaliado, foram 376 MIL novos trabalhadores por conta, e um total de 565 mil vagas abertas no período de um ano.

Segundo o IBGE, as contratações tiveram maior oferta na indústria brasileira, com 319 mil vagas ocupadas. Também houve contratações em serviços, na agricultura, transporte e construção.



Alojamento, alimentação e comércio foram os setores que mais demitiram no trimestre de abril a junho.