Compartilhe

Juntar dinheiro e sair do vermelho. Pesquisa do SPC Brasil e da CNDL, entidade que reúne os lojistas, mostra que essas são as principais metas financeiras do brasileiro para 2019.

Juntar dinheiro foi citado por 51 por cento dos entrevistados; e sair do vermelho por 37.



E a população está otimista. De cada 10 trabalhadores, sete acreditam que a vida financeira vai melhorar, neste ano.

Por outro lado, pouco mais da metade da população acha que o Brasil ainda sentirá impactos da crise, como desemprego e renda baixa.

A pesquisa ainda revelou o que mais tira o sono do brasileiro, quando o assunto é dinheiro.

Os maiores medos para 2019 são: primeiro, não conseguir pagar as contas, citado por 61 por cento dos entrevistados; depois, não conseguir guardar dinheiro; ter que abrir mão de confortos do dia a dia; não conseguir um emprego; e perder o emprego, citado por 20 por cento dos participantes.



Por fim, em 2018, oito, de cada 10 brasileiros, tiveram que fazer algum corte no orçamento. E o mais citado foi com refeições fora de casa.