Compartilhe

A Caixa já pagou quase 17 bilhões de reais aos trabalhadores que já realizaram o Saque Imediato, no valor de até 500 reais de contas ativas e inativas do FGTS, o Fundo de Garantia.

Balanço parcial, com números atualizados até 26 de outubro, revela que cerca de 40 milhões e 300 mil brasileiros sacaram os recursos, que já foram liberados para os clientes da Caixa nascidos entre janeiro e dezembro e para não-clientes nascidos em janeiro, fevereiro e março.



Em relação ao esperado, portanto, já foram liberados mais de 40% dos 40 bilhões de reais que devem ser injetados na economia brasileira ao final dos pagamentos.

O balanço sobre a ação mostra também que o aplicativo do FGTS já foi baixado mais de 14 milhões e 600 mil vezes nas lojas oficiais de apps para celulares e tablets com sistema operacional Android e iOS.

Além disso, o site fgts.caixa.gov.br já foi acessado mais de 157 milhões de vezes e a central de atendimento telefônico atendeu cerca de 61 milhões e 200 mil chamadas no canal específico para  orientações sobre o Saque Imediato do Fundo de Garantia.

Vale lembrar que o calendário de pagamento do Saque Imediato foi antecipado. Todos os trabalhadores vão ter o dinheiro liberado ainda este ano.



A data limite para o saque, no entanto, não mudou e continua sendo 31 de março de 2020.

O trabalhador que não quiser retirar o dinheiro não precisa se preocupar. Caso o saque não seja feito, os valores retornam para a conta de FGTS do trabalhador, sem perdas.