Compartilhe

Atualizado em

O município de Capivari passa ter treze vereadores na próxima legislatura.



Por Yuri Rossi

Na noite dessa segunda-feira (05) a Câmara Municipal de Capivari realizou a trigésima primeira sessão ordinária do ano.

Antes do inicio da sessão a Câmara prestou algumas homenagens. O presidente do Capivariano Futebol Clube, Osvaldo Agostinho Riccomini (Vadinho), foi um dos homenageados. Vadinho foi indicado pelo ótimo trabalho que vem realizando frente a presidência do Capivariano.

Foram homenageados também vinte e um professores da Rede Municipal de Ensino pelo Dia do Profissional de Educação Física, comemorado em 1º de setembro.



Ao final das homenagens um cidadão exaltado acabou perdendo o controle e protestando no plenário. O homem reclamava da falta da UTI na Santa Casa. E o descaso com a população, uma senhora que também estava no plenário acabou aderindo ao protesto e também reclamou sobre a falta de recursos na área da saúde.

A situação foi tão inesperada que deixou de inicio, vereadores e funcionários da casa estáticos sem atitude. O chefe do poder legislativo, Li Piaza, foi até o cidadão e conseguiu acalma-lo.

O homem afirmou que não ficaria durante a sessão, pois já tinha dado o seu recado e que estava muito exaltado. Após sua manifestação o homem deixou o plenário.

A senhora que também se manifestou acompanhou a sessão sem nova interrupção.

A sessão teve inicio e correu com tranquilidade.

Na ordem do dia, dois projetos receberam pedido de vistas e tiveram a votação prorrogada para próxima sessão.

Os projetos são referentes à regulamentação dos taxis no município e sobre o aumento salarial para classe médica.

Os projetos que autorizavam a prefeitura a receber a doação de dois terrenos foram aprovados.

Também foi aprovado por unanimidade a regulamentação do quadro de funcionários do poder executivo com a ampliação de vagas no quadro geral de comissionados.

Os vereadores aprovaram a prorrogação no prazo para entrar em vigor a lei que proíbe o uso de sacolinhas plásticas no município. Agora os comerciantes têm mais 180 dias para se adequar a lei.

A Câmara também aprovou uma readequação no seu orçamento no valor aproximado de quarenta mil reais.

Os vereadores também aprovaram uma alteração no artigo 2º da lei complementar que cria o Condomínio Residencial do Tipo Vila de interesse social.

Também foi aprovado de forma nominal por todos os legisladores, o aumento no numero de vagas no poder legislativo. Com essa aprovação o município de Capivari passa a ter treze vereadores para próxima legislatura.

No geral podemos dizer que a sessão foi tranquila. Nesta noite tivemos ainda a posse do suplente a vereador Bruno Barnabé (PPS), que assumiu uma cadeira na casa devido ao afastamento do vereador Vitor Hugo Riccomini (PTB). A sessão foi presidida pelo presidente em exercício Nelson de Sousa Soares (PR).