Compartilhe

Receita das prestadoras de serviços turísticos deve aumentar dois por cento neste carnaval.

A previsão da Confederação Nacional do Comércio é de que o evento gere uma movimentação financeira de mais de seis bilhões de reais.



A tradicional festa brasileira também deve resultar na contratação de 23 mil e 600 trabalhadores temporários.

O volume é 23 vírgula quatro por cento maior que o registrado no carnaval de 2018.

O segmento de serviços de alimentação deverá responder por 78 por cento das vagas geradas.

Entre os Estados, Rio de Janeiro e São Paulo serão responsáveis por 62 por cento da movimentação financeira durante a folia, informa o G1.



Em seguida aparecem Minas Gerais, Bahia, Ceará e Pernambuco.