Compartilhe

Cerca de cinco milhões e 100 mil estudantes participarão do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem.

Quatrocentos mil a menos que no ano passado. Os números oficiais foram divulgados pelo Ministério da Educação.



O total de inscrições, na verdade, foi bem maior e passou de seis milhões de pessoas, neste ano.

Mas cerca de 20 por cento dos inscritos não pagaram a taxa de 85 reais dentro do prazo e não validaram o registro.

O Ministério diz que mudou algumas políticas para tentar garantir que só aqueles que queiram de fato participar do Enem façam a inscrição.

Até para evitar um desperdício de dinheiro público. E avalia que o número de candidatos confirmados pra este ano está mais próximo de total de estudantes que de fato comparecem no dia da prova. Que no ano passado ficou pouco acima de quatro milhões.



O índice de falta chegou a 26 por cento, o que teria causado um prejuízo, aos cofres públicos, de mais de 120 milhões de reais.

Neste ano, o Enem, cujo resultado é usado como critério de seleção por boa parte das universidades públicas, será aplicado dias três e 10 de novembro.