Compartilhe
Ilustração de células cancerosas. Foto: NIH Image Gallery

A cura para o câncer é uma busca incansável. No entanto, um grupo de cientistas israelenses alega que ela estará disponível em um ano. E tem mais: o sistema deverá ser barato, rápido e com poucos ou nenhum efeito colateral. A notícia indica uma “cura completa para o câncer“, desenvolvida pela empresa Accelerated Evolution Biotechnologies Ltd. (AEBi).

Em entrevista, os representantes da empresa alegam que o tratamento será efetivo a partir do primeiro dia e deverá durar poucas semanas, além de ser muito mais econômico do que os tratamentos disponíveis atualmente. Apelidada de MuTaTo (multi-target toxin), a solução deve se equiparar a um “antibiótico para o câncer”. A empresa também concluiu vários testes in vitro e em breve iniciará testes clínicos.

A medicina funcionaria através da introdução de um DNA codificador de uma proteína em um vírus capaz de infectar bactérias. A maioria das drogas anti-câncer disponíveis no mercado ataca um alvo específico na célula cancerosa, inibindo a interação que faz com que o câncer exista. Porém, mutações nestes alvos tornam o medicamento ineficaz, visto que eles deixam de ser atacados.



Apesar da importância que esta descoberta poderá ter, há muitas críticas dos especialistas médicos, que consideram que a alegada eficácia do medicamento é exagerada. Além disso, advertem os céticos, que as informações sobre o estudo são ainda muito limitadas e sem qualquer publicação científica que o suporte. Portanto, ainda é muito cedo para concluir que o tratamento funcionará com sucesso quando aplicado em humanos, uma vez que até agora só foi experimentada em cobaias (ratos de laboratório).

Fonte: Hypeness