Compartilhe

Técnica usada fora do País pode ajudar brasileiros que sofrem com problemas na coluna.

Câmera permite realização de cirurgia endoscópica da coluna na USP em Ribeirão Preto (SP) | Foto: Rafael Moraes/Divulgação

A cirurgia por endoscopia, comum nos Estados Unidos, na Alemanha e na China, por exemplo, começou a ser feita no Brasil.



O corte é bem pequeno, o paciente passa no máximo uma noite no hospital e a recuperação dura até uma semana.

Tudo bem mais simples que a cirurgia convencional, com cortes de quase 30 centímetros e um pós-operatório complicado.

No Brasil, algumas clínicas até realizavam o procedimento, que passou a ser oferecido na rede pública em caráter experimental.

O Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, no interior paulista, iniciou um curso para capacitar médicos.



Eles aprendem na prática em pacientes, por exemplo, com a temida hérnia de disco, que responde por 85 por cento dos problemas de coluna.

Os responsáveis acreditam que a técnica deve chegar ao SUS, mas que isso pode demorar.

Antes, a tendência é de crescimento no número de convênios e entidades particulares que ofereçam a cirurgia de coluna bem menos invasiva.