Compartilhe

Empresários do comércio estão otimistas com o ritmo das vendas e a continuidade da recuperação do setor.

Apesar de o avanço ainda ser lento, a expectativa é de um quadro melhor que o do primeiro semestre do ano.



As previsões são demonstradas pelo Índice de Confiança do Comércio, medido pela Fundação Getúlio Vargas.

O indicador subiu três vírgula dois pontos em agosto e passou de 95 vírgula cinco para 98 vírgula sete pontos.

Foi o terceiro resultado positivo seguido, mas que ainda não superou o patamar do final do ano passado.

Já o índice em médias móveis trimestrais subiu dois vírgula dois pontos, depois de cinco quedas seguidas.



O coordenador de Sondagem do Comércio da Fundação Getúlio Vargas, Rodolfo Tobler, avalia que melhoras mais expressivas ainda dependem da recuperação mais consistente do mercado de trabalho e da confiança dos consumidores.

Nessa última sondagem, o Índice de Confiança do Comércio subiu em dez dos 13 segmentos analisados.