Compartilhe

O jogador Cristiano Ronaldo, de 34 anos, quer encontrar a pessoa que pagou seus lanches na infância, quando ele não tinha o que comer, para agradecer e retribuir. Pequeno e muito pobre, o craque da Juventus e da Seleção de Portugal, conta que aos 12 anos pedia comida para funcionários do McDonald’s na Ilha da Madeira. Eles davam hambúrgueres ao futuro craque.

Durante uma entrevista para um jornalista britânico, Cristiano Ronaldo revelou que quer localizar a mulher, chamada Edna e duas outras pessoas que trabalhavam na rede de fast food na época. CR7 quer agradecer e já planejou tudo. “Queria convidar estas pessoas para jantar comigo em Turim, ou Lisboa. Espero que essa entrevista ajude a encontrá-las. Quero devolver o que fizeram por mim. Nunca esqueci aquele momento”, disse o jogador.



O joranlista disse no Twitter que eles podem ter encontrado Edna, mas ainda não é oficial. Emissoras de rádio e TV de Portugal também dizem que já localizaram a mulher. O menino de origem humilde, que dividiu um quarto com seus três irmãos na infância, hoje é um dos atletas mais importantes da história do futebol. Mas mantém um coração de ouro e ja fez várias ações de bondade.

Uma delas, ele parou para um garotinho doente no meio da estrada, junto com a Seleção de Portugal, porque ele queria conhecê-lo. Ele desceu do ônibus, abraçou o menino e tirou fotos. Em outra ocasião, ele foi tão bem tratado durante nas férias na Grécia que decidiu deixar 90 mil reais em gorjetas para os funcionários do hotel, onde ficou com sua esposa e filho.

No Euro 2016, um homem invadiu a grama e foi atrás de Cristiano Ronaldo para tirar uma foto. Mas, na hora de tirar a foto, o telefone celular falhou e Cristiano esperou pacientemente até que o telefone funcionasse novamente. Em 2005, ainda jogador do Manchester United, Cristiano Ronaldo foi ao vestiário e pegou uma camisa limpa para dar ao torcedor. O jogador fez isso porque a peça usada no jogo estava suada.

Fonte: Só Notícia Boa