Compartilhe

De cada 10 brasileiros com cartão de crédito, entre dois e três não pagaram o valor total da fatura, no mês de fevereiro. Ou seja, entraram no rotativo e estão sujeitos a uma taxa de juros das mais altas, que pode chegar a quase 300 por cento ao ano.

A pesquisa foi feita pelo SPC Brasil em parceria com a CNDL, entidade que reúne os lojistas.



O valor médio da fatura ficou pouco abaixo de 900 reais. E a maior parte dos gastos no cartão foi com: alimentos, remédios e roupas.

A pesquisa também mostrou que quase metade da população precisou correr atrás de algum tipo de crédito, em fevereiro.

As modalidades mais usadas foram, em ordem: cartão de crédito, crediário, cheque especial, empréstimo e financiamento.

Porém, 19 por cento dos brasileiros tiveram um pedido de crédito negado, principalmente porque estavam com o nome sujo.