Compartilhe

Cientistas norte-americanos criam dispositivo capaz de reduzir os tremores provocados pelo Mal de Parkinson.

O equipamento também promete acabar com as convulsões causadas pela epilepsia.

Os pesquisadores da Universidade da Califórnia desenvolveram um neuroestimulador que monitora a atividade elétrica de 128 pontos do cérebro.



Até agora, só existiam aparelhos capazes de detectar oito sinais cerebrais.

O novo equipamento também consegue fornecer energia para estimular as regiões que apresentam anormalidade.

A epilepsia afeta 50 milhões de pessoas no mundo todo, que muitas vezes precisam conviver com crises de convulsões.

Outras cerca de seis milhões sofrem de Parkinson, doença que provoca tremores e lentidão motora.