Compartilhe

Assumir que não tem conhecimento sobre um tema é uma característica mais comum entre pessoas inteligentes é o que apontou um estudo intitulado de “a aprendizagem requer humildade para se dar conta de que há algo que aprender”. Os especialistas chamaram essa consciência de “humildade intelectual”.

Como funcionou o estudo? O objetivo era descobrir a relação entre a humildade intelectual e outros aspectos, como a aquisição de conhecimento e a percepção do próprio conhecimento.



Para avaliar a humildade intelectual, os participantes da pesquisa responderam questionários perguntando se aceitavam críticas a suas crenças, respeitavam os pontos de vista de outras pessoas e se estavam prontos para mudar de opinião.

As pessoas com pontuação mais alta em humildade intelectual tinham menos tendência a dizer que sabiam sobre coisas que não tinham como saber, em testes posteriores.

No geral, os estudos também descobriram que pessoas mais humildes em relação ao próprio intelecto também tendem a ser mais curiosas, ter uma mente mais aberta e gostar de exercitar seus pensamentos.