Compartilhe

A morte de um domador de tigres reacendeu na Itália a possibilidade de proibir animais em circo.

Na última semana, Ettore Weber, de 61 anos, foi atacado por quatro tigres durante uma sessão de treinamento.



O acidente aconteceu no sul da Itália, em uma pequena cidade na região de Puglia e a polícia apreendeu os 8 tigres do circo.

Agora, defensores dos animais pedem que os tigres não sejam mortos e cobram do governo agilidade na proibição ao uso de animais em circos.

O tema já estava em debate no Parlamento italiano e ganhou força.

A Itália é um dos poucos países que não limita o uso de animais em circos. Se novas regras nesse sentido forem aprovadas, o governo promete que vai agir rápido.