Compartilhe

Atualizado em

O governador João Doria anunciou nesta sexta-feira (26), no Palácio dos Bandeirantes, a atualização das fases do Plano São Paulo para a retomada econômica no estado em meio a pandemia do novo coronavírus. A quarentena foi prorrogada até 14 de julho.



A região de Piracicaba, a qual Capivari faz parte, voltou para a fase vermelha, a mais restritiva. Com a permanência na fase 1, as prefeituras das 26 cidades do Departamento Regional de Saúde (DRS) de Piracicaba terão que fechar os comércios deixando apenas os serviços essenciais. São elas:

  • Águas de São Pedro
  • Analândia
  • Araras
  • Capivari
  • Charqueada
  • Conchal
  • Cordeirópolis
  • Corumbataí
  • Elias Fausto
  • Engenheiro Coelho
  • Ipeúna
  • Iracemápolis
  • Itirapina
  • Leme
  • Limeira
  • Mombuca
  • Piracicaba
  • Pirassununga
  • Rafard
  • Rio Claro
  • Rio das Pedras
  • Saltinho
  • Santa Cruz da Conceição
  • Santa Gertrudes
  • Santa Maria da Serra
  • São Pedro
Confira os dados passados pelo Governo do Estado de São Paulo

Ou seja, a partir da próxima segunda-feira (29), apenas os serviços essenciais poderão funcionar nas cidades da região, como supermercados, farmácias e postos de combustíveis.

A regressão de fase se deve ao aumento do número de casos de coronavírus na região. Além da DRS de Piracicaba, as DRSs de Franca, Ribeirão Preto, Sorocaba, Araçatuba, Presidente Prudente, Marília, Bauru e Registro também estarão na fase vermelha até a próxima reclassificação.

Capivari

A cidade de Capivari terá que novamente fechar o comércio e atividades não essenciais de acordo com a atualização do Plano SP divulgada pelo governador João Dória nesta sexta-feira, 26. Capivari que se encontra na região de Piracicaba que foi classificada na fase vermelha, permanece assim até o dia 14 de julho.

Taxa de ocupação de leitos



O plano também detalha a taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na região, que é de 66,3%. Na última atualização do plano, a taxa era de 60%.

O número de leitos também aumentou. No dia 8 de junho eram 8,4 leitos para Covid-19 a cada 100 mil habitantes na região. No dia 19 de junho, eram 10,2. E nesta sexta (26), o número é de 11,6.

Confira os dados passados pelo Governo do Estado de São Paulo

Fases do Plano São Paulo

O Plano São Paulo criou cinco fases de reabertura a partir de critérios como a taxa de ocupação de leitos UTI para Covid-19, quantidade de leitos UTI para pacientes com a doença por cada 100 mil habitantes e os números de casos e mortes.

A classificação das regiões do estado por cores serve para indicar aos prefeitos destas áreas quais as atividades que podem ser autorizadas.

  • Fase 1, vermelha: alerta máximo, funcionamento permitido somente aos serviços essenciais.
  • Fase 2, laranja: controle, possibilidade de aberturas com restrições.
  • Fase 3, amarela: abertura de um número maior de setores.
  • Fase 4, verde: abertura de um número maior de setores em relação à fase 3.
  • Fase 5, azul: “Normal controlado” – todos os setores em funcionamento, mas mantendo medidas de distanciamento e higiene.