Compartilhe

Por muito tempo a Coreia do Sul teve como tradição o consumo de carne de cachorro. Anualmente o país asiático abate cerca de 1 milhão de cães. Entretanto este hábito está com os dias contados, já que um tribunal sul-coreano acaba de proibir a prática.



Atendendo aos clamores de setores de defesa dos direitos dos animais, o tribunal estipulou ainda uma multa de cerca de 9 mil reais, para quem descumprir a medida.  

Para especialistas a notícia representa uma mudança de postura histórica na sociedade sul-coreana, estimulada pelos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang – período em que pipocaram denúncias de ativistas e atletas sobre violações de leis sanitárias em fazendas criadoras de cachorros para o abate. 

A Care, uma das principais agências de proteção animal celebrou a nova legislação e depositou esperanças nos jovens, que não veem com bons olhos o hábito de comer cachorro. Para o advogado da Care, o objetivo agora é tornar o veto lei. 

É muito importante porque é a primeira decisão da justiça que estipula que matar cães por sua carne é ilegal por si só. A decisão abre o caminho para que o consumo de carne canina seja declarado completamente ilegal, encerrou.



Fonte: Hypeness