Compartilhe

Marco Polo Del Nero é banido do futebol para sempre.




Segundo decisão da Fifa, o ex-presidente da CBF está impedido de exercer qualquer função no esporte, além de pagar uma multa de um milhão de francos suíços, algo em torno de três milhões e meio de reais.


Del Nero foi considerado culpado de violar códigos de ética da federação máxima do futebol, ao ser acusado de participar de esquemas de corrupção, fraude, suborno e lavagem de dinheiro em torneios como Copa América, Copa do Brasil e Libertadores.




Em nota, a defesa do dirigente se diz surpresa e indignada, e que vai recorrer da sentença. 


Del Nero já estava afastado do cargo, desde dezembro, por causa das acusações de corrupção feitas na Justiça dos Estados Unidos.


Agora, a CBF será comandada pelo vice-presidente mais velho da entidade, Coronel Nunes, que ficará até abril de 2019, quando toma posse Rogério Caboclo, eleito para o próximo mandato.