Compartilhe

Atualizado em

A Justiça condenou os envolvidos por corrupção passiva e violação de sigilo funcional.



Por Jean Bordini

Quatro dos cinco envolvidos no furto e vazamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2009, foram condenados nesta terça-feira (16).

Os envolvidos, foram condenados pela Justiça Federal de São Paulo por corrupção passiva e violação de sigilo funcional.

Na época, devido o vazamento, a prova foi cancelada às vésperas da sua realização em 2009. Com isso cerca de 4 milhões de inscritos, e todo o calendário de vestibulares do final de 2009 e início de 2010, foram prejudicados.