Compartilhe

O Estado de Minnesota, nos EUA, vai gastar quase 1 milhão de dólares – mais de 4 milhões de reais – para incentivar as pessoas a trocarem a grama de casa por flores silvestres. O esforço é uma política pública para produzir alimentos para abelhas e afastar o risco de colapso da população do inseto polinizador na região.

O programa, previsto para começar na primavera, vai oferecer até US $ 500 – mais de R$ 2 mil – para proprietários que moram nas áreas consideradas mais críticas para a evolução das abelhas. Já as pessoas que vivem em zonas de importância secundária e terciária para abelhas são elegíveis para receber entre US $ 350 e US $ 150, respectivamente – algo entre R$ 1.400 e R$ 600.



Muita gente não sabe, mas é possível salvar as abelhas com um gesto simples como ter um vazo de flores em casa.  O governo quer fornecer fontes de alimento para todos os tipos de polinizadores, mas visará especificamente salvar o zangão, uma espécie gorda e difusa à beira da extinção que parece estar em sua posição final nas cidades do Alto Centro-Oeste.

O estado reservou US $ 900 mil ao longo de um ano para ajudar os proprietários a cobrirem grande parte do custo da conversão de gramados tradicionais. A ideia é que eles plantem flores silvestres, trevos e grama nativa. A oferta vale a pena porque um saco com 1 quilo de sementes de trevo custa menos de U$ 10 – pouco mais de R$ 40 – e se espalha “como uma erva daninha”, que deve ser suficiente para cobri-la.

Fonte: Só Notícia Boa