Compartilhe

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, em Berkeley, nos Estados Unidos, trazem evidências científicas de que talvez as relações fiquem melhores com a passagem do tempo. Em um estudo, eles demonstraram que, ao longo dos anos, os casais tendem a substituir as discussões pelo senso de humor e pela aceitação diante de um conflito.

Para chegarem à conclusão, os cientistas analisaram conversas gravadas em vídeo entre 87 maridos e esposas com 15 a 35 anos de relacionamento, e acompanharam suas interações emocionais ao longo de 13 anos. Os resultados mostraram um aumento em comportamentos positivos como humor e afeto e uma diminuição em comportamentos negativos, como a crítica.



“Apesar de experimentar a perda de amigos e familiares, os idosos em casamentos estáveis ​​são relativamente felizes e experimentam baixas taxas de depressão e ansiedade. O casamento tem sido bom para a saúde mental”, disse o autor do estudo.

Os cientistas descobriram que tanto os casais de meia-idade quanto os mais velhos, independentemente de sua satisfação com o relacionamento, experimentaram aumentos nos comportamentos emocionais positivos gerais, enquanto demonstraram uma diminuição nos comportamentos emocionais negativos em geral. “À medida que envelhecemos, nos tornamos mais focados nos aspectos positivos em nossas vidas”, disse o autor do estudo.

Fonte: Revista Galileu