Compartilhe

Fazer exercícios físicos deixa as pessoas mais felizes do que ganhar dinheiro. Um novo estudo das universidades de Yale e Oxford concluiu que ter uma atividade regular é mais importante para manter a saúde mental em dia do que ter uma conta bancária estável e cheia.

A pesquisa ouviu mais de 1,2 milhões de pessoas nos Estados Unidos e fez perguntas sobre a frequência em que elas se sentiam depressivas, nervosas, tristes, quanto ganhavam, como lidavam com dinheiro e também quais tipos de atividades faziam.



Os resultados apontaram que as pessoas que se exercitavam com frequência disseram se sentir tristes durante 35 dias no ano. Já, entre as pessoas que não tinham uma rotina esportiva, este número subiu para 53 dias no ano.

Quando o assunto é dinheiro, os pesquisadores concluíram que apenas as pessoas que ganhavam, em média, US$ 25 mil (aproximadamente R$ 97 mil) por ano é que conseguiam manter o nível de felicidade sem praticar esportes. “É preciso ter muito dinheiro para que ele realmente tenha um efeito positivo na felicidade”, afirmaram os cientistas.

Os pesquisadores disseram ainda que o ideal é praticar semanalmente entre três e cinco sessões de atividades físicas que durem, em média, 40 minutos. “A relação entre esportes e saúde mental é cada dia mais próxima”, completaram.

Fonte: Virgula