Compartilhe

Para quem não sabe, o Butão é um país do sudeste da Ásia que fica entre a China e a Índia. Curiosamente, esse minúsculo reino asiático permaneceu em total isolamento do resto do mundo até 1974. Ao mesmo tempo, dizem que eles provavelmente são as pessoas mais felizes do mundo. A questão é: quais os segredos do país? Separamos alguns deles.

Sem internet ou televisão



No Butão, a TV e a internet foram oficialmente proibidas até 1999. Mas era impossível isolar todo o país das tecnologias modernas, então o rei cancelou essa regra. Com isso, o Butão foi o último país do mundo que começou a usar a televisão.

Ministério da Felicidade

Para cuidar da paz interior das pessoas, lá existe o Ministério da Felicidade, que é semelhante ao Produto Interno Bruto (PIB) aqui do Brasil, onde eles medem a Felicidade Nacional Bruta. Assim, a qualidade de vida é determinada pelo equilíbrio entre seus valores financeiros e mentais.

Não há pessoas desabrigadas



No Butão, não há ninguém que viva nas ruas. Se uma pessoa perde a sua casa, eles só precisam ir ao rei, que lhes dará um pedaço de terra onde eles podem construir uma casa e plantar vegetais.

Assistência médica gratuita

Cada morador butanês tem o direito de receber atendimento médico gratuito. Tanto a medicina tradicional quanto a clássica são comuns no Butão.

Proibido fumar

O rei do Butão promulgou uma lei proibindo o cultivo, a colheita e a venda de tabaco no país. É impossível comprar tabaco lá.

Recursos gastronômicos

A maioria dos butaneses são budistas. Uma vez que esta religião propõe o respeito por todo o mundo animal, o vegetarianismo é muito comum por lá. O prato principal e básico é o arroz.

Estradas

Na capital do Butão, não há semáforos, mas isso pelo jeito não é problema para as pessoas. Além disso, todas as placas de trânsito são desenhadas à mão.