Compartilhe

O objetivo dessa medida seria o de preservar o local para a realização de perícia e investigações



Por Yuri Rossi

A partir de agora Policiais Militares estão proibidos de socorrer vitimas de confrontos. A proibição veio através do Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin.

A medida já foi publicada no Diário Oficial. Segundo a publicação as vitimas deverão ser resgatadas pelos serviços médicos, como o SAMU.

De acordo com as informações o objetivo dessa medida seria o de preservar o local para a realização de perícia e investigações, além de garantir que o atendimento às vítimas seja feito por profissionais qualificados e habilitados, como médicos e socorristas.



A resolução também altera a nomenclatura dos crimes envolvendo confrontos com policiais. O termo resistência seguida de morte, será trocado por morte decorrente de intervenção policial, seguindo a recomendação do Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana.

A partir de agora, todas as vítimas e testemunhas de crimes devem ser levadas imediatamente para delegacias.