Compartilhe

Governo vai instalar mil radares nas rodovias federais para monitorar a velocidade dos motoristas em duas mil e 200 faixas.

Os equipamentos fazem parte de um acordo fechado com o Ministério Público Federal para reduzir o número de pontos a serem fiscalizados.



O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, diz que a decisão foi tomada após uma análise técnica sobre os locais que obrigatoriamente precisam de radar.

Contrato assinado na gestão do ex-presidente Michel Temer previa a instalação de cerca de oito mil radares, em cinco anos, com custo em torno de um bilhão de reais.

Além de reduzir gastos, a diminuição do número de pontos a serem monitorados pretende facilitar a vida dos cidadãos.

O ministro Tarcísio de Freitas reforça ainda que não é só radar que salva vidas, mas também fatores como manutenção rodoviária, sinalização, entre outros.



Ele prevê que com a redução dos equipamentos, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes deverá conseguir uma economia de cerca de 600 milhões de reais.

O órgão é responsável pela manutenção das estradas administradas pelo governo federal.