Compartilhe

Atualizado em

Horário de verão deve afetar cerca de três milhões, portanto mais da metade dos estudantes que farão o Enem.
Depois de muita discussão no Governo e de um pedido de adiamento feito pelo Ministério da Educação ter sido negado, os relógios deverão ser adiantados em uma hora, em 10 estados, no dia da prova: 4 de novembro.
A preocupação dos responsáveis pelo Enem é com a possibilidade de muito candidato se confundir e perder a prova. Já que o Brasil conta com mais de um fuso horário.
Os portões dos locais de exame serão fechados pontualmente uma da tarde no horário de Brasília.



Que será o mesmo horário de: SP, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Paraná, Minas, Goiás e Espírito Santo. Além, é claro, do Distrito Federal.
Isso quer dizer que nos seguintes estados os portões serão fechados ao meio-dia, no horário local: Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantis.
Em Rondônia, Roraima e em boa parte do Amazonas, os portões serão fechados às 11 da manhã, no horário local.
Enquanto no Acre e em algumas cidades amazonenses, o prazo para estar no local de prova será até 10 da manhã.