Compartilhe

Jennie Stejna, uma idosa de 103 anos e torcedora icônica da equipe de beisebol Boston Red Sox, dos Estados Unidos, teve sua história viralizada nas redes sociais após conseguir se curar do novo coronavírus (Covid-19) e comemorar da mesma forma que costuma celebrar as vitórias do seu time: com muita cerveja gelada.

Em entrevista, o neto dela contou que a avó contraiu o vírus no início de maio e não se sabe de quem veio o contágio, já que ela foi a primeira pessoa a testar positivo na casa de repouso que vive na cidade de Wilbraham, em Massachusetts. Após apresentar os primeiros sintomas, a idosa foi transferida para um local isolado da casa para evitar o risco de contaminar os outros moradores.



Segundo o neto, ele e os demais familiares não acreditavam na recuperação da idosa, tendo inclusive se despedido dela por telefone. O neto chegou a perguntar à avó se ela estava “pronta para ir para o céu”, recebendo uma resposta grosseira, mas positiva. “Sim, inferno!”, teria dito Jannie.

Porém, o quadro dela foi evoluindo positivamente com o passar das semanas até que ela se visse totalmente livre da doença e fosse recompensada com uma garrafa de sua cerveja favorita para celebrar essa que, até aqui, foi a sua maior vitória.