Compartilhe

Atualizado em

Um internauta do interior de São Paulo virou réu na Justiça Federal depois de um post no Facebook.
Segundo o Ministério Público, um homem, morador da cidade de Ribeirão Preto, que não teve dados revelados, comentou em um página, na rede social, em setembro do ano passado, que brancos e negros têm habilidades físicas e mentais diferentes.



O comentário foi denunciado por um outro internauta e a Polícia Federal instaurou um inquérito para investigar o caso.
De acordo com reportagem publicada no portal de notícias G1, em depoimento à Polícia Federal, o homem admitiu ser o autor das postagens denunciadas, mas negou o preconceito.
O Ministério Público Federal denunciou o caso à Justiça Federal em agosto e ela foi acatada na última semana.
Caso o internauta, que agora é réu, seja condenado, pode receber pena de dois a cinco anos de prisão, além do pagamento de multa.
O processo corre sob segredo de justiça.