Compartilhe

O britânico Joss Barry desafiou as limitações impostas por sua condição ao escrever um livro usando o próprio nariz. Ele, que é jornalista, tem paralisia cerebral. Mesmo assim, decidiu escrever sua autobiografia para conscientizar as pessoas.

Ele costumava ditar ou usar um interruptor para escrever, mas agora digita em um iPad com o nariz. ‘Acho que é só uma história humana de alguém seguindo em frente independentemente dos desafios que enfrenta’, escreveu ele, que ainda disse que não quer que sua paralisia cerebral afete a forma como ele é tratado.



“Acho que as pessoas têm que relaxar e não mudar seu comportamento quando virem uma pessoa com deficiência”, diz. Ele trabalha como jornalista freelancer e é responsável por um site de entretenimento.

A paralisia cerebral é um termo usado para se referir a uma doença cerebral não progressiva, que pode se originar durante o período pré-natal, neonatal e pós-parto imediato, quando as conexões neuronais ainda estão em formação. Pode causar distúrbios de sensibilidade, percepção, cognição, comunicação e comportamento, dificuldades de alimentação e deglutição, epilepsia, além de problemas no funcionamento de alguns órgãos.

Fonte: R7