Compartilhe
Foto|Capivariano Futebol Clube

Uma decisão do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo interditou o Estádio Municipal Carlos Colnaghi, Arena Capivari, sob risco de desabamento.

A sentença determina que o Município, responsável pelo estádio, providencie imediatamente o isolamento de perímetro de segurança junto à área com risco de desabamento, até que medidas sejam tomadas para eliminar o perigo.



De acordo com a decisão assinada pelo Juiz de Direito Fredison Capeline, um laudo pericial assinado pelos engenheiros do Caex, constatou que as edificações existentes nas dependências do estádio, notadamente nas arquibancadas, oferecem graves riscos à segurança dos usuários, uma vez que há real possibilidade de ruptura em suas estruturas.

Assim, com fulcro no artigo 303 do Código de Processo Civil, concedo a tutela de urgência e determino a imediata interdição do Estádio Municipal Carlos Colnaghi. Anoto que durante a interdição fica proibida a realização de qualquer evento nas dependências do local, até que o Município apresente laudo técnico que atenda às exigências constantes na petição inicial e que seja previamente aprovado pelo órgão técnico do Caex. Determino, ainda, que o Município providencie, também de forma imediata, o isolamento de perímetro de segurança junto à área com risco de desabamento, até que medidas sejam tomadas para eliminar o perigo”, despachou Capeline.

O documento foi assinado em 09 de dezembro de 2019 e, de acordo com o portal do Tribunal, a Prefeitura de Capivari já foi notificada. Veja abaixo a decisão na integra.

Estádio Municipal Carlos Colnaghi, Arena Capivari. | Foto: Tonny Machado
Estádio Municipal Carlos Colnaghi, Arena Capivari. | Foto: Tonny Machado

Prefeitura de Capivari

Através de nota, a Prefeitura afirmou que diante da Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público do Estado de São Paulo, acata o pedido de interdição da Arena Capivari, porém não concorda com a decisão, que será contestada dentro do prazo legal de 30 dias.

Ainda de acordo com a nota haverá uma reunião hoje (11) na Federação Paulista de Futebol para definir a realização da Copa São Paulo de Futebol que começa em 3 de janeiro de 2020.



A poder público esclarece que serão tomadas as medidas necessárias para a liberação do Estádio.

“O Estádio tem todas as demais aprovações necessárias para a realização de jogos, como o AVCB do Corpo de Bombeiros, Laudo de Condições Sanitária e de Higiene, Laudo de Prevenção e Combate de Incêndio, Laudo de Segurança e Laudo de Vistoria de Engenharia” finaliza a nota enviada pela prefeitura de Capivari.

COPINHA

O Capivariano Futebol Clube estreia na Copa São Paulo de Futebol Júnior dia 3 de janeiro, às 17h15, na Arena Capivari, contra o Clube Atlético Linense.

Esta é a 51ª edição da “Copinha” e envolve 128 times, distribuídos em 32 grupos espalhados pelos municípios do Estado, consolidando-se na principal competição de futebol de categorias de base do país.

Em 2020, será a quinta vez que Capivari sedia jogos da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Os outros times que compõem o grupo 7, que é o de Capivari, são o Internacional e o Confiança, representando o estado de Pernambucano da competição.

JOGOS DO LEÃO NA COPINHA 
3/1/2019 às 17h15 – Capivariano x CA Linense 
6/1/2019 às 17h –  Capivariano x Confiança EC 
9/1/2019 às 17h15 – Capivariano x Internacional

Campeonato Paulista A3

O Capivariano estreia na competição no domingo, 26 de janeiro fora de casa, em Indaiatuba (SP), contra o Primavera. O primeiro desafio na Arena Capivari está marcado para o dia 29 de janeiro contra o Batatais.

Decisão Judicial