Compartilhe

Um americano ganhou recentemente um processo contra o amante da sua ex-esposa. Ele foi à Justiça da Carolina do Norte (EUA) alegando alienação de afeição, expressão legal que pode ser traduzida como “destruição de lar”.

De acordo com reportagem da CNN, ele e a esposa estavam tendo problemas no casamento. Ela chegou a pedir uma conversa sobre divórcio, mas acabou aceitando dar mais uma chance aos dois, que passaram por terapia de casal. Porém as coisas não melhoraram.



Foi quando o americano desconfiado contratou um detetive particular.

O detetive descobriu que a esposa estava tendo um caso extraconjugal. A união de 12 anos chegou ao fim. A fúria do homem traido foi direcionada ao amante da ex-mulher, acusado de afastá-lo da possibilidade de uma vida a dois. O juiz do caso bateu o martelo condenando o amante a pagar o equivalente a R$ 3 milhões por “roubar a esposa” dele”.

A advogada do americano disse ter cuidado de pelos menos 30 casos de alienação de afeição, ou seja de “destruição de lar”, nos seus 31 anos de carreira. Atualmente, ela tem cinco casos abertos à espera de decisão judicial.

Fonte: Page Not Found