Compartilhe

Qualidade no serviço e mais empregabilidade. Isso é o que o governo espera com a privatização de 12 aeroportos, prevista para março deste ano.

Segundo o presidente Jair Bolsonaro, em post na rede social, a privatização vai ocorrer em três blocos, pelo Programa de Parcerias e Investimentos.



Serão leiloadas unidades do Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste, num total de movimentação estimado em TRÊS BILHÕES E 500 MILHÕES de reais.

O primeiro bloco reúne os aeroportos de Recife, Maceió, Aracaju, Juazeiro do Norte, João Pessoa e Campina Grande.

No Sudeste, estão Vitória e Macaé. Já no terceiro, foram listadas as unidades de Cuiabá, Sinop, Rondonópolis e Alta Floresta, todos no estado de Mato Grosso.

Pelo twitter, Bolsonaro também confirmou o arrendamento de quatro áreas portuárias ainda no primeiro semestre. Os investimentos previstos são de 119 milhões de reais.