Compartilhe

Na noite do último sábado (11), uma mãe e seu filho, de 14 anos, moradores de São Paulo, tiverem uma surpresa bizarra ao receber em casa um delivery de esfirra. Na hora em que foi comer a esfiha, o adolescente encontrou um dedo decepado envolvido no alimento.

Foto: reprodução / internet

A situação inesperada virou caso de polícia. As vítimas ligaram para a Polícia Militar da capital por volta das 22h para relatar o que havia acontecido. Uma equipe, então, foi orientada a procurar o responsável do estabelecimento onde o pedido havia sido feito.



Ao chegar ao local, o proprietário informou a polícia que, de fato, um dos seus funcionários havia se cortado. A polícia disse que o proprietário relatou que um dos funcionários havia decepado o dedo cortando calabresa. O funcionário procurou a parte decepada, mas não achou e foi encaminhado ao Hospital, disse a polícia.

Os alimentos foram apreendidos para encaminhamento ao Instituto de Criminalística, e a parte do dedo foi apreendida para encaminhamento ao Instituto Médico Legal.

O caso acabou registrado como crime contra as relações do consumo, perigo para a vida ou saúde de outro, localização/apreensão de objeto e lesão corporal culposa, e deve ser investigado.