Compartilhe

Brasil e Estados Unidos respondem por 32 por cento dos homicídios e suicídios por armas de fogo ocorridos no mundo todo.

É o que mostra um levantamento internacional, referente a 2016, realizado por três mil e 600 pesquisadores e que reuniu dados de 146 países.

Naquele ano, o Brasil registrou 43 mil mortes por armas de fogo, sendo que 94 por cento delas foram homicídios.



Já nos Estados Unidos, 65 por cento das 36 mil mortes foram casos de suicídio, em 2016.

Relatório dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças norte-americano revela que a taxa de mortes por armas de fogo aumenta a cada ano no país.

De acordo com o estudo, divulgado em dezembro de 2018, nos Estados Unidos as armas de fogo respondem por 12 óbitos a cada 100 mil habitantes.