Compartilhe

Contribuinte que não recebeu a restituição do Imposto de Renda e não teve o nome publicado no lote desta semana terá que acertar as contas com o Leão.

É o caso dos mais de 700 mil brasileiros que caíram na malha fina, informa a Receita Federal.



O número representa apenas dois por cento do total de 33 milhões de declarações recebidas pelo órgão.

A maior parte dessas pessoas caiu na malha fina porque omitiu rendimentos próprios ou dos dependentes.

O segundo principal motivo ficou por conta de despesas médicas que não foram bem explicadas.

Para regularizar a situação, o contribuinte com a declaração barrada precisa seguir alguns passos.



Primeiro, acessar o Centro Virtual de Atendimento da Receita Federal, o e-CAC, pelo site do órgão. Será preciso informar CPF, código de acesso e senha.

Caso o contribuinte não tenha, poderá digitar alguns dados, inclusive o número do recibo de declarações anteriores, e gerar um código na hora.

Dentro do sistema, há um campo que permite consultar as pendências e, se houver erro, fazer a retificação.

Por fim, caso o contribuinte faça a consulta e ainda assim tenha certeza que está tudo certo, pode esperar ser chamado pelo Fisco para esclarecimentos. Ou ele mesmo, a partir de janeiro, usar o sistema para agendar um atendimento.