Compartilhe

Mamão fica 32 por cento mais barato e derruba custo de vida do brasileiro.

Cebola, batata e cenoura, todas com redução entre 13 e 18 por cento, também aparecem na lista com as principais quedas, na segunda medição de outubro, do Índice Geral de Preços-Mercado, da Fundação Getúlio Vargas.



Porém, o custo de vida do brasileiro, no geral, caiu bem menos: 0,05 por cento.

Já que itens como conta de água, plano de saúde e gasolina ficaram mais caros.

A outra má notícia é que o IGP-M como um todo, usado como base para o reajuste de boa parte dos contratos de aluguel, no País, subiu 0,85 por cento.

Isso porque além dos preços cobrados dos consumidores, ele também leva em conta, por exemplo, as despesas da construção civil e do setor industrial.