Compartilhe

A mulher, que é escocesa, foi atropelada por uma van quando andava de bicicleta. Por causa do impacto, ficou em coma induzido por três semanas. A surpresa aconteceu quando ela acordou e, por 15 dias, conseguia falar apenas em francês. “Chamaram uma enfermeira que sabia a língua e eu me comunicava fluentemente com ela”, contou a mulher.

Ela disse que nunca visitou a França e que estudou o idioma por apenas um mês há 30 anos. A escocesa desenvolveu o que é conhecido como ‘Síndrome do Sotaque Estrangeiro’, uma condição raríssima que as pessoas passam a falar com sotaque diferente após um trauma. Estima-se que menos de 20 pacientes no mundo tenham passado por isso.



Os médicos perceberam que, se não parassem de se comunicar em francês com ela, ela não voltaria a falar inglês. Então colocaram cartazes proibindo falar francês na UTI em que ela estava e progressivamente ela voltou a se comunicar na sua língua, o inglês.

Além de ter começado a falar uma língua que nunca estudou, o acidente também afetou a memória de Helen. Ela não se lembra de nada do que aconteceu nos 12 meses anteriores ao atropelamento.

Fonte: Virgula