Compartilhe

Atualizado em

Uma mulher de 66 anos teve a perna errada amputada por uma equipe médica do hospital Nuevo Sanatorio Berazategui, localizado na região metropolitana de Buenos Aires, na Argentina. “O médico não soube nos dizer o que ocorreu”, afirmou aos jornalistas uma das filhas da mulher vítima do erro médico.



Ela foi internada no último dia 16 de julho por uma infecção no pé direito, e um de seus dedos acabou sendo amputado por necrose. A cirurgia, porém, não conteve o problema, o que fez com que os médicos sugerissem a amputação da perna direita para evitar que a infecção se espalhasse ainda mais pelo corpo da idosa. Porém, acabaram cortando a perna esquerda.

A família da mulher afirmou que nem o médico nem os diretores da clínica souberam dar explicações sobre o que ocorreu. Foi então que as filhas decidiram denunciar o caso no Ministério Público. Por enquanto, o hospital não explicou o caso. Pessoas próximas da mulher pedem que médico seja punido pela negligência para que outras pessoas não passem pela mesma situação. O caso será investigado.

A mulher acabou sendo encaminhada para outro hospital para continuar o tratamento. “Ela está bem, estável, com um humor muito bom. Percebeu o que fizeram, mas os médicos lhe disseram que, por enquanto, não vai haver outra amputação, que há possibilidade de salvar o outro membro, diferente do que nos disseram no outro hospital”, disse uma das filhas.