Compartilhe

Ricardo Pereira, de 31 anos, está aproveitando o tempo livre do isolamento social para alfabetizar e realizar o sonho da avó dele, de 85 anos. Dona Alcina Bispo sempre quis aprender a ler e a escrever, mas morava em Tocantins, longe do neto, que é professor de língua portuguesa.

Pouco antes da pandemia, Alcina foi morar com Ricardo em Goiânia, para fazer tratamentos médicos e surgiu a oportunidade perfeita para ensinar a vovó. “Alfabetizar a minha avó já era um sonho antigo, tanto meu quanto dela. Infelizmente, não foi possível antes, mas, com a quarentena, eu tive a oportunidade de colocar esse projeto em prática”, disse Ricardo.



As aulas começaram este mês, depois que o professor viu a avó ociosa dentro de casa. E o resultado veio logo. Em pouco mais de uma semana de aulas diárias, a vovó já está reconhecendo facilmente as vogais e fazendo associações das letras. “Ela teve dificuldade nos primeiros dias, mas tem se saído muito bem”, avaliou o professor.

Alcina ficou órfã aos 9 anos de idade e se casou cedo, aos 15 anos. Ela criou 15 filhos, se dedicou à família e não teve a chance de estudar, que era o sonho da vida dela. O professor disse que ensinar a avó é uma forma de expressar a gratidão por tudo que ela fez por ele ao longo da vida.

Fonte: Só Notícia Boa